Cuidado! Facebook pode ser a causa de sua depressão.

17 de fevereiro de 2013

dislike-button-nao-curtiFérias de fim de ano, carnaval, festas de confraternização. Época onde centenas de fotos e publicações multiplicam em nossa timeline nos mostrando o quanto a vida de nossos queridos amigos (as vezes nem tão amigos assim) é perfeita, um verdadeiro mar de rosas. De fato, querer o bem de nossos entes queridos e ficar feliz com o sucesso deles, é algo que todos nós desejamos. Mas será mesmo que tanta exposição de felicidade alheia nos faz bem?

Pesquisadores alemães afirmam que usuários da maior rede social do planeta podem estar sofrendo, caindo em depressão, colocando em cheque o objetivo principal da rede que é de nos manter conectados, amados e lembrados pelos nossos círculos de amizades. 

Visualizar fotos de festas, celebrações ou viagens de outras pessoas, podem desencadear sentimentos de inveja e solidão, tendo um efeito ainda mais devastador em crianças e adolescentes. Não se surpreenda se, em um futuro próximo, o pediatra perguntar sobre as atualizações da timeline do seu filho, procurando por causas de problemas relacionados a depressão.

De acordo com os pesquisadores de duas universidades alemãs, uma em cada três pessoas se sente pior depois de acessar a rede de Mark Zuckemberg.  Esses dados impressionam e mostram que as pessoas realmente são tomadas pelo sentimento de inveja, raiva e frustração, especialmente quando veem fotos de celebrações ou comparam números de curtidas ou comentários de seus posts com o de seus amigos.

São dados que valem a reflexão, tanto na parte comportamental, quanto a relacionada aos negócios, pois muitas dessas pessoas que se sentem tristes, poderão eventualmente cancelar suas contas ou reduzir consideravelmente seu acesso ao site, dificultando as ambições do Facebook.

Por ora, vivemos o efeito do “boom social”, onde estar conectado com a maior quantidade de amigos gera conforto e a falsa ideia de pertencer ao mesmo grupo, com os mesmos gostos, costumes e oportunidades. Poderá chegar um momento em que a realidade baterá na porta, mostrando as desigualdades tão comuns na sociedade e, até então, mascaradas por trás do computador, dando início a uma grande discussão sobre o comportamento humano focado especialmente em mídias sociais.

QUEM POSTOU

é formado em administração de empresas, trabalha como gerente de projetos na @agenciacleek, scrum master, SEO, palpiteiro, palestrino e viciado em video games até hoje.

Últimos artigos publicados pelo autor SEO Canonical Element dislike-button-nao-curti Imagem Destacada - Twitter x Instagram Imagem Destacada - Você sabe o que é SEO On Page ou On Site? Imagem Destacada - O que esperar dos mecanismos de busca para o futuro? Imagem Destacada - Marketing Inbound – Preparado para essa demanda?

DEIXE SEU COMENTÁRIO